Brasília/DF
(61) 3244-1810 (61) 99143-6466
Recife/PE
(81) 3032-4567 (81) 99279-3331
Anápolis/GO
(61) 99143-6466 (61) 99143-6466
Pelotas/RS
(53)3305-2456 (51) 99860-2244
Fortaleza/CE
(85) 99169-6837 (85) 99169-6837
Como controlar a crise de ansiedade

Como controlar a crise de ansiedade


Insônia, inquietação, sensação de que algo está errado. Os batimentos cardíacos se aceleram, a respiração fica ofegante e começa a ficar cada vez mais difícil focar em algo que não seja aquilo que está em sua mente. Sobrevém uma urgência de ceder a algum impulso para se acalmar novamente. Quem já passou por isso sabe que esses são os sintomas de uma crise de ansiedade, e que superá-los exige muita energia e extremo autocontrole.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou, em 2017, estatísticas que apontam que a população brasileira é a que mais sofre com ansiedade no mundo: são 9,3% da população. No mundo, são 3,6%, o que corresponde a 264 milhões de pessoas.

A notícia ruim é que, para quem sofre de crises de ansiedade, lidar com ela é uma tarefa que exige atenção e dedicação constantes. Isso porque uma ansiedade conhecida, mas que não é bem administrada, é mais difícil de conter em períodos de crise. A notícia boa é que existem algumas técnicas que você pode usar para manter a ansiedade sob controle.

Manter uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos regularmente e dormir bem já são importantes aliados de quem é ansioso. Reduzir o consumo de álcool e cafeína também, uma vez que são substâncias que potencializam os efeitos da ansiedade. Mas essas atitudes ajudam apenas no controle cotidiano do quadro. Para as crises, o trabalho deve ser mais profundo.

Uma das técnicas que mais ajuda para quem tem ataques recorrentes é estudar a fundo as causas que o originam. Geralmente é possível identificar algum gatilho que dispara o pânico, bem como o modo como o seu corpo se comporta até chegar ao pico do estresse. Com isso, além de entender melhor a dinâmica do seu corpo e da sua mente, você diminui o medo que tem da própria crise em si. Entenda: o que dá força às crises de ansiedade é o medo que você tem de lutar contra elas.

Agindo dessa maneira, você dá mais espaço à sua mente para ir se acalmando aos poucos. Vá respirando profundamente, deixe o ar chegar até o abdômen e solte aos poucos, relaxando o seu corpo no ritmo da respiração. Entenda que as crises de ansiedade existem porque seu corpo imagina que você está em uma situação de perigo. Deixe ele perceber que não é o caso. E lembre-se que todo ataque de ansiedade chega a um fim.

Se você convive com alguém que apresenta esses sintomas, a melhor forma de ajudar é conversando calmamente com ela. Uma conversa em tom calmo ajuda a distrair quem está sofrendo, e, aos poucos, ajuda com que ele converse sobre o assunto e ajuda com que ela não aumente os sintomas. A melhor forma de apoio é mostrando a ela que está tudo bem.

Caso a identificação das causas e dos sintomas esteja difícil, entenda que, muito embora a situação possa lhe parecer fora do controle, ela não está. Busque ajuda profissional e entenda que existem mecanismos que te ajudam nesse processo. Você não precisa continuar sofrendo.

Blog


Como se internar em uma clínica psiquiátrica?

Como se internar em uma clínica psiquiátrica?

Os conflitos diários, perdas, dificuldades em lidar com as emoções, estresse, uso de drogas ilícitas, hereditariedade, exagero no uso de medicações especificas...

LER MAIS

Como ajudar alguém a deixar de fumar?

Como ajudar alguém a deixar de fumar?

O tabagismo mata mais de 10 mil pessoas a cada dia. No Brasil, essa soma é de aproximadamente 200 mil pessoas por ano as quais morrem de problemas relacionados ao uso do cigarro....

LER MAIS

Onde encontrar tratamento para parar de fumar?

Onde encontrar tratamento para parar de fumar?

O tabagismo é uma prática bastante comum em nossa sociedade. As pessoas fazem o consumo do tabaco de forma livre e ignoram os riscos de essa prática causar dependência e precisar de tratamento....

LER MAIS

Como diagnosticar um alcoólatra?

Como diagnosticar um alcoólatra?

O consumo de álcool é uma prática comum em nossa sociedade. É frequente que a pessoa que caminha para a dependência não perceba ...

LER MAIS