Brasília/DF – (61) 3244-1810 (61) 98247-4460
Recife/PE – (81) 3032-4567 (81) 99535-2737
Anápolis/GO – (62) 98259-1481
Pelotas/RS – (53)3305-2456 (53) 99900-2244

Meu marido bebe muito. O que fazer?


Meu marido bebe muito. O que fazer?

Seu marido está exagerando no consumo de bebidas alcoólicas e isso está deixando você preocupada? 

Muitas pessoas fazem uso de bebidas para relaxar. Mas algumas delas começam a exagerar e adentram por um caminho perigoso para a sua saúde e convivência familiar e social.

Aqui você encontrará dicas de como enfrentar essa situação e buscar a melhor saída para todos os envolvidos.

Não é você quem está doente

Um dos erros comuns dos cônjuges ou familiares das pessoas que têm histórico de abuso de álcool é se colocarem como pivôs da doença do cônjuge.  Eles creditam que são culpados pelo comportamento o ente querido ou que ele não lhes ama mais e por isso é rude quando ingere bebida alcoólica.

É importante nessa situação se retirar do centro das razões dele e aceitar que essa doença não é sua. Justamente por isso somente ele é quem precisa avaliar no seu próprio comportamento. Não aceite a responsabilidade por algo que você não tem controle. Isso será muito frustrante e não trará nenhum resultado positivo.

Seu amor não vai curar o vício dele

Por mais que você ame o seu marido, o seu amor e dedicação não trarão a recuperação dele. A única maneira de ajudá-lo é fazer com que se trate, mas isso não está em suas mãos. Essa decisão é dele.

Você também precisa avaliar o seu comportamento. Se você está agindo da mesma maneira há algum tempo e não conseguiu resultados positivos, é hora de aceitar que essa estratégia não está funcionando e que seria melhor procurar orientação.

Você pode tentar agir de outra maneira. Não tente conversar com seu marido quando ele estiver alcoolizado, pois isso não vai dar certo. Tente dialogar quando ele estiver sóbrio e, em vez de trocar acusações, tente fazer planos contando com a sobriedade dele.

Planeje algum passeio ou lazer. Isso poderá fazê-lo entender a importância de se manter sóbrio e se motivar a realizar algum esforço nesse sentido.

Você precisa se cuidar

Você apenas poderá ajudar seu marido se estiver em plenas condições emocionais. Se está afetada demais pela situação, você também precisa de ajuda.

O seu abalo pode agravar ainda mais o quadro. Ou, no mínimo, não vai ajudar. Então talvez seja preciso se cuidar para poder amparar seu cônjuge. Ter um familiar alcoólico é um fardo difícil de carregar. O alcoolismo é uma doença que afeta também a família do doente. Por isso ela também precisa de ajuda.

Procure amparo, dê o primeiro passo. Se você quer que seu cônjuge aceite ajuda, dê um bom exemplo seja e você a primeira a procurar auxílio. A Clínica Viva Melhor conta com profissionais especializados. São médicos, preparadores físicos, psicólogos e outros profissionais que podem lhe dar todo o suporte de que necessita.

Venha conhecer nossas instalações!